A transformação digital fiscal é a aplicação dos conceitos inovadores da transformação digital especificamente dentro do setor fiscal das empresas. Com tantas mudanças ocorrendo simultaneamente no mundo, as consequências podem ser notadas claramente no ambiente empresarial – e o seu desdobramento no departamento fiscal também é de grande relevância.

Você já notou como a tecnologia está cada vez mais incorporada no estilo de vida das pessoas? Mais do que usar as ferramentas digitais para realizar tarefas específicas, essas tecnologias se tornaram uma parte essencial no dia a dia. Foi a partir dessas mudanças profundas nos hábitos da população que as empresas passaram a incorporar as inovações tecnológicas em seus modelos de negócio.

Quer descobrir como você pode implementar a transformação digital fiscal? Então acompanhe ao longo deste artigo.

O que é a transformação digital?

A transformação digital é um processo de integração da tecnologia nas rotinas empresariais. Trata-se de um reflexo direto de todas as mudanças ocorridas no mundo ao longo dos últimos anos. Com pessoas conectadas 24 horas e várias inovações que causaram alterações nos hábitos do consumidor, tornou-se necessário uma adaptação das empresas.

Entretanto, ao contrário do que muitas pessoas pensam, a transformação digital não é simplesmente incorporar novas tecnologias nas rotinas empresariais. Trata-se de uma mudança realmente profunda e significativa – alterando a mentalidade das empresas e entrando de cabeça na era digital.

Por isso, a transformação digital envolve uma mudança estrutural nas organizações, colocando a tecnologia no papel de protagonista. A tecnologia passa a ser exploradas em todos os aspectos da empresa, exigindo mudanças fundamentais de tecnologia, cultura, operações e entrega de valor. E, como não poderia deixar de ser, todas essas mudanças também chegaram ao departamento fiscal.

Qual a importância da transformação digital no departamento fiscal?

A transformação digital fiscal segue a mesma lógica de uma transformação em todo o ambiente organizacional. Ou seja, não estamos falando apenas sobre usar um novo software para automatizar processos – mas sim do entendimento sobre a importância de reformular todo o fluxo de processos internos e orientar as atividades para a inovação tecnológica.

Quando isso é colocado em prática, o departamento fiscal pode aproveitar uma série de benefícios:

  • Atualização constante. A transformação digital fiscal incentiva que o departamento fiscal esteja constantemente se atualizando e acompanhando as novas tendências – gerando um movimento de aprimoramento com o passar do tempo.
  • Melhora dos processos. As novas tecnologias permitem que você automatize processos simples e torne os processos complexos mais intuitivos.
  • Mudança da mentalidade. O principal benefício da transformação digital fiscal é a mudança da mentalidade de toda a equipe. Em vez de fazer pequenas adaptações para usar a tecnologia, ocorre um movimento de transformação na forma como as atividades são executadas.
  • Qualidade no trabalho. Como consequência da transformação digital fiscal é possível observar uma melhoraria da qualidade dos serviços executados dentro do departamento.
  • Reestruturação pessoal. Com a incorporação de novas tecnologias é muito provável que a distribuição de funcionários precise sofrer mudanças – com a extinção de cargos e surgimentos de outros em seu lugar.
  • Redução de custos. A tecnologia permite que você torne o departamento fiscal mais eficiente – fazendo mais com o uso de menos recursos. Com base nisso, ocorre uma redução de custos.
  • Integração com a organização. Outro benefício da transformação digital é a integração de toda a organização a partir da tecnologia. Dessa forma, as informações do departamento fiscal ganham uma importância ainda maior na gestão do negócio.

Como implementar a transformação digital fiscal?

Mas então, como você pode implementar a transformação digital fiscal na sua empresa? Criamos um passo a passo para guiá-lo nesse momento de mudanças:

  1. Repense os processos internos. Comece questionando a forma como todos os processos internos são realizados atualmente e procurando pelas melhores formas de otimizá-los. Com a introdução da tecnologia certamente será possível obter saltos de desempenho e modificar o fluxo de atividades internas.
  2. Invista em uma mudança na cultura. De nada adianta começar a usar vários softwares de automação quando a equipe não está preparada para tirar o máximo dessas ferramentas. É preciso que exista uma mudança na cultura do departamento fiscal para implementar a transformação digital.
  3. Promova o desenvolvimento da equipe. As competências desejadas nos profissionais do departamento fiscal sofrem mudanças com a transformação digital. Faça um exercício de reavaliação para promover o desenvolvimento da sua equipe.
  4. Adote uma fase de transição. A adaptação inicial às mudanças promovidas pela transformação digital fiscal pode ser bastante complicada. Por isso, é recomendável criar um cronograma de transição para incorporar as novas rotinas ao trabalho.
  5. Alinhe as mudanças com o restante da organização. Você dificilmente conseguirá promover uma transformação digital fiscal sem o apoio do restante da organização. Assim, é importante alinhar essas mudanças com o gestor da empresa.
  6. Encontre as melhores ferramentas digitais. Para aplicar a transformação digital é essencial encontrar as melhores ferramentas para ajudá-lo. São essas soluções fiscais que ficam responsáveis pela automação de processos e simplificação das atividades do departamento fiscal.

Você gostou das dicas para implementar a transformação digital fiscal? Está em busca das melhores ferramentas para otimizar o desempenho do departamento fiscal? Então conheça o DOODoc – a ferramenta ideal para solucionar a emissão e controle de documentos fiscais!

Thiago Souza

Co-Founder do Dootax, formado em Sistemas de Informação, desde 2004 atuando em Tecnologia da Informação. Em 2010 iniciou as atividades especificamente com foco no departamento fiscal e tributário. Atualmente responsável pelo Marketing e divulgação do Dootax.

COMENTÁRIOS